O guia completo de Marketing de Conteúdo nas redes sociais

Tempo de leitura: 22 minutos

Com a enorme quantidade de anúncios e publicidade tanto física quanto digital, as empresas estão precisando buscar outras maneiras de atrair novos leads e clientes. Os profissionais entenderam que as práticas tradicionais estão tornando-se cada vez menos efetivas e, por isso, passaram a procurar outros caminhos para atingir seus objetivos.

Através de ações criativas e muito bem pensadas ou de diferentes estratégias de marketing, as empresas estão procurando engajar os seus consumidores e com isso gerar mais atração e brand awareness. Afinal, o principal objetivo do marketing é sempre trazer resultados positivos.

Uma das estratégias para atingir o público-alvo de maneira efetiva é o Marketing de Conteúdo. O principal objetivo desta prática é fazer com que o conteúdo produzido por seu negócio gere valor suficiente para atrair novos leads (clientes em potencial).

Mas o que é Marketing de Conteúdo?

Apesar de não ser algo novo no mundo dos negócios, o marketing de conteúdo é uma estratégia que vem crescendo e sendo utilizada cada vez mais para atrair novos leads e consumidores. De acordo com uma pesquisa realizada pela Rock Content sobre as tendências do Marketing de Conteúdo em 2016, 70% das empresas brasileiras já estão apostando nesta estratégia. Mas o que é este método que parece estar dando tanto certo nos mais variados segmentos do mercado?

O Content Marketing Institute define: o Marketing de conteúdo é uma estratégia de marketing focada em criar e distribuir conteúdo consistente, valioso e relevante, visando atrair e reter uma audiência claramente definida – e, em última instância, dirigir as ações desse público para um retorno lucrativo.

De forma simplificada, marketing de conteúdo trata-se da arte de comunicar-se com seus consumidores e prospects fora do ambiente comercial. Se a estratégia de conteúdo é bem planejada e é de qualidade, o público que passar a interagir terá uma visão mais positiva sobre a empresa. O bom conteúdo é aquele que gera valor suficiente para que seus leitores o compartilhem com outras pessoas.

Além de buscar atrair os consumidores, as estratégias de marketing de conteúdo também buscam educar os consumidores, fazendo com que o seu negócio seja reconhecido como especialista no assunto.

Marketing de Conteúdo antes da Internet

Antes das redes sociais e da internet, as empresas já utilizavam algumas estratégias de conteúdo. Empresas como a Michelin, elaboravam revistas e guias com dicas sobre hospedagem e como cuidar do seu carro. Este tipo de conteúdo gerava valor para os consumidores e por isso, foi grande aliada no marketing da companhia.

Guia Michelin Marketing de Conteúdo

Outro grande case de sucesso dos anos 80, foi com os bonecos de ação G.I. Joe. O Marketing de Conteúdo está muito relacionado a contar histórias, e foi exatamente isso que a Hasbro fez. Em 1982 ela realizou uma parceria com a Marvel (famosa por suas histórias em quadrinhos) com o objetivo de lançar uma série em quadrinhos específica sobre os “G.I. Joes”.

Em uma época onde nem se pensava em social media, blogs, vídeos e portais online, a marca conseguiu executar uma bela estratégia de marketing de conteúdo. Sete anos após o lançamento da série, 2 entre 3 garotos na faixa etária de 5 a 12 anos possuíam ao menos um personagem de ação de G.I Joe.

Marketing de Conteúdo Hasbro Marvel

Apesar de hoje grande parte do conteúdo ser gerado para o meio digital, empresas como a Hellmann’s também estão apostando no meio físico de forma criativa. A partir da observação de que os consumidores relacionavam maionese apenas com sanduíche, a marca começou a trazer receitas nas embalagens que utilizassem o seu produto.

Além dessas dicas no rótulo, a Hellmann’s elaborou a ação da “Receita da Nota Fiscal” que fez com que as vendas aumentassem 44% no primeiro mês da campanha. Ao comprar Hellmann’s, o consumidor recebia uma receita direto na nota fiscal, que combinava outros ingredientes que também haviam sido comprados com a maionese.

Hellmanns Marketing de ConteúdoConstruindo uma estratégia de sucesso

Como falamos anteriormente neste artigo, para que a estratégia de marketing de conteúdo traga bons resultados, é necessário planejar e estruturar um plano de forma organizada. Este é um fator essencial deste tipo de prática. Não se engane! Lançar um blog corporativo e escrever quando estiver em “dias inspirados” não é marketing de conteúdo e não ajudará o seu negócio a atrair mais leads.

O aspecto chave do marketing de conteúdo é a construção de um forte relacionamento com os clientes, por isso, trata-se de uma estratégia de longa duração. Planeje e seja paciente que tudo vai dar certo. ?

A maneira de consumir serviços e produtos mudou completamente com o acesso ao grande número de informações online. O cliente tornou-se mais crítico e, por isso, procura reunir o maior número de dados antes de contratar um serviço ou comprar um produto.

Quantas vezes você já não procurou no Google avaliações sobre algum smartphone ou sobre alguma televisão antes de adquirí-la? Pois é, é uma prática quase que natural, concorda? Isso também serve para o mundo dos serviços.

Por que investir em Marketing de Conteúdo?

Ao criar materiais que despertem o interesse, é possível educar e tornar-se uma referência de conhecimento em assuntos relacionados ao seu produto ou serviço.  Como afirma Bob Willheim, Head de Digital do Grupo ABC, “o conteúdo consegue deixar marcas mais verdadeiras, mais pessoais e mais próximas das pessoas.”

Mas por que investir esforços nesta crescente estratégia no mundo do marketing em vez de investir em publicidade digital ou AdWords, por exemplo?

De acordo com o estudo Connected Life, que analisou mais de 60 mil usuários de internet em mais de 40 países, 88% dos brasileiros procuram informações sobre produtos antes de comprá-los e em 74% desses casos, a pesquisa é realizada através da internet.

Engana-se quem pensa que os consumidores buscam dados apenas sobre produtos e serviços caros como carros e serviços financeiros. Produtos de cuidados pessoais como perfumes e cosméticos também estão nesta lista.

Isso mostra a tendência dos consumidores em procurar conteúdo antes de tomar decisões, sejam fáceis ou difíceis. Imagina que legal seria se a sua empresa se tornasse a principal referência de busca em assuntos relacionados a seu produto?

Rumo à primeira página do Google

As razões para se adotar uma estratégia de marketing de conteúdo são diversas. Apenas possuir um site de seu negócio não é mais suficiente para gerar tráfego e fazer com que seu público-alvo acesse sua página com frequência.

Para a sua empresa estar presente nas primeiras colocações das buscas no Google relacionadas a seus produtos ou serviços, é necessário uma série de fatores que façam que o seu site esteja presente em uma boa posição.

Um desses fatores é o SEO (Search Engine Optimization). De acordo com a 5seleto, o SEO é a prática responsável por auxiliar os computadores do Google e dos outros buscadores  a encontraerem seu conteúdo e avaliarem sua qualidade e relevância para só depois mostrá-lo aos usuários que buscam sobre o que você está ofertando.

Para isso, é necessário elaborar estratégias de produção de conteúdo que otimizem as palavras-chaves relacionadas a seu negócio dentro do texto e nos títulos, atraindo novos visitantes e potenciais clientes a partir de posts, e-books, etc.

Se a sua empresa não produzir conteúdo, ficará ‘invisível’ para seus consumidores na internet, e isso gera uma oportunidade para seus concorrentes. Isso não é legal, não acha?

Marketing de ConteúdoAproximação com o público-alvo

Um dos principais objetivos deste método é criar uma relação de confiança entre sua empresa e o seu público-alvo. Ao criar um laço que ultrapassa somente o momento da venda e passa a fazer parte do dia-a-dia do consumidor, o conteúdo produzido torna-se algo de grande valor para o potencial cliente.

Este relacionamento também faz com a sua marca seja preferida em relação a seus concorrentes e também impede que o consumidor desista em um momento específico da  jornada de compra. Uma estratégia de marketing de conteúdo bem planejada e executada gera valor suficiente para que seja reconhecida como referência no mercado.

Conteúdo interessante deve ser o centro de sua estratégia de marketing. O grande “X” da questão é entregar o conteúdo certo, para a pessoa certa, no momento certo.

A jornada do consumidor não é a mesma de alguns anos atrás. Os potenciais clientes não querem criar vínculos com marcas que só buscam oferecer os seus produtos, mas sim, uma empresa que procura lhes entregar valor independente do seu momento de compra.

Marketing de Conteúdo Relacionamento

A construção de uma relação transforma consumidores em disseminadores da marca, potencializando os seus esforços no departamento de marketing e melhorando a imagem de sua marca frente ao mercado.

Educação e avanço na jornada do consumidor

Uma maneira de educar os seus consumidores e o seu público-alvo sobre as melhores práticas de determinado assunto é gerando conteúdo de qualidade. Ao criar e-books ou posts relacionados ao seu serviço ou produto, é possível fazer com que o mesmo passe por todas as etapas da jornada do consumidor, para que no final, adquira o seu produto.

Mas o que é a Jornada do Consumidor? De acordo com a Resultados Digitais, a Jornada de Compra do Consumidor trata-se das etapas pelas quais seu público-alvo passa antes de se tornar um cliente. Esta jornada possui quatro etapas: Aprendizado e Descoberta; Reconhecimento do Problema; Consideração da Solução e; Avaliação e Compra.

Criando e alinhando o seu conteúdo de acordo com cada etapa da jornada é possível compreender da melhor maneira quais são as principais necessidades de seu público. Nutrir os seus consumidores com materiais de alta qualidade necessita de uma estratégia bem estruturada.

No final do dia, o que realmente importa é a geração de leads qualificados, correto? Nada melhor do que ser o responsável por educar estes leads através de conteúdo de valor.

Marketing de Conteúdo

Qualquer material que faça com que o seu potencial cliente avance nas etapas da jornada pode ser considerado Marketing de Conteúdo. Alguns desses exemplos são vídeos, imagens, cases de sucesso, entrevistas com especialistas no assunto, e-books e infográficos.

O crescimento do interesse em Marketing de Conteúdo por parte dos profissionais pode ser observado através do aumento das buscas em ferramentas de pesquisa como o Google.

O Google Trends, ferramenta que mostra os mais populares termos buscados em certo período de tempo, evidencia o crescimento de buscas do termo no Brasil nos últimos 5 anos.

Crescimento Marketing de Conteúdo
Fonte: Google Trends

Como começar a investir em Marketing de Conteúdo

A estratégia de marketing de conteúdo é muito utilizada para ajudar a agregar valor à sua marca perante os seus clientes, fazendo com que os mesmos percorram a jornada do consumidor até chegarem ao momento de compra.

Mas qual é o primeiro passo? Começar a escrever conteúdo, definir quem é o público alvo, ou identificar quais serão as palavras-chaves utilizadas? Pensando nestas preocupações, perguntas e dúvidas, elaboramos algumas sugestões de primeiros passos para seu negócio começar a atrair potenciais clientes a partir do marketing de conteúdo.

Trace seus objetivos 

Antes de qualquer estratégia, é importante definir juntamente às pessoas envolvidas no projeto quais serão os objetivos e qual será o planejamento para que os mesmos sejam atingidos. A partir destas definições é possível começar a trabalhar em uma estratégia de sucesso.

O objetivo do conteúdo é apoiar o time de vendas? Atrair mais leads qualificados para o seu setor? Ter uma boa posição em mecanismos de busca? Ou nutrir e educar os leads que já estão em sua base de contato e fazer com que os mesmos avancem na jornada de compra do consumidor?

Estas decisões fazem parte da primeira etapa que deve ser realizada antes de começar a produzir conteúdo. É a partir disso que a estratégia será elaborada.

Marketing de Conteúdo Iniciantes

Existem diversas maneiras de começar a produzir conteúdo. O blog é uma das formas mais utilizadas pelas empresas. Com a criação de um blog é possível postar conteúdo que seja do interesse de seus leitores.

Defina com quem a sua empresa está se comunicando

O primeiro passo para uma estratégia de sucesso é ter muito claro para quem você está escrevendo e quem irá consumir o seu conteúdo. O público-alvo é uma definição de audiência que é muito utilizada pelas empresas ao definirem o direcionamento de sua comunicação.

O público-alvo de seu negócio pode ser jovens de 20 a 30 anos, por exemplo, entretanto, para que o seu conteúdo tenha a melhor repercussão possível, é interessante ir além desta segmentação, especificando ainda mais.

Quais são os seus principais interesses, problemas, estão em qual cargo dentro da empresa e o que fará com que estas pessoas sejam atraídas pelo seu material? Ao ser o mais específico possível em relação à sua audiência, o seu material alcançará as pessoas certas e com isso, trará potenciais clientes para a empresa.

Para definir esse público da forma mais específica, utiliza-se o chamado Buyer Persona. De acordo com a Contentools, Buyer Personas são personagens ou representações fictícias de seus clientes que ajudam muito a empresa a se aproximar do seu consumidor e a direcionar melhor a comunicação com ele.

A criação de Buyer Personas não pode ser realizada a partir de suposições e palpites! Para que o produto final seja qualificado, é necessário definir a sua Buyer Persona a partir de pesquisas, entrevistas e coleta sistematizada de dados junto à clientes ou prospects. Estes dados também podem ser captados através do monitoramento de mídias sociais

Para auxiliar as empresas na criação e na elaboração destas personas, a Rock Content e a Resultados Digitais criaram “O Fantástico Gerador de Personas”.

Escolha palavras-chave relacionadas à seu negócio

Após descobrir quais são as necessidades e a preocupação das suas “personas”, está na hora de definir quais são as “palavras-chave” que são ideais para o seu negócio. Estes são os termos que mais importam para a sua estratégia de conteúdo

Ao definir as principais palavras chave nas quais o seu negócio buscará estar bem posicionado é  possível direcionar os seus textos para este assunto. Isso norteará o posicionamento do seu site.

Para uma estratégia de conteúdo bem sucedida é necessário que os leads sejam atraídos pelo seu site. E qual seria a melhor forma disso acontecer se não for ser o primeiro a aparecer quando o consumidor procurar sobre um termo relacionado a sua empresa no Google?

As keywords tem como função auxiliar na otimização do conteúdo. Esta prática é chamada de SEO (Search Engine Optimization ou Otimização dos Mecanismos de Busca) e é importante para auxiliar os algoritmos dos buscadores como Google e Bing a relacionar palavras-chaves com o conteúdo produzido no seu site, desde que falem do mesmo assunto

As pessoas só vão ler o material que a sua empresa preparou caso elas o encontrem de maneira fácil, não acha? Para isso é muito importante otimizar o máximo seus textos, alinhando as palavras-chave com o assunto ao longo do texto.

Promova o seu conteúdo

De que adianta você ter ótimos conteúdos e materiais se eles não chegam às mãos de nenhum leitor? A etapa de de promoção e disseminação do conteúdo é igualmente importante

Através da divulgação do conteúdo é possível potencializar os esforços da sua equipe de marketing e fazer com que o material produzido seja visto pela maior quantidade possível de pessoas qualificadas.

Algumas maneiras de promover o seu conteúdo é a partir dos perfis nas redes sociais de sua empresas. Além de publicar nos perfis, também é interessante publicar em grupos no Facebook e no Linkedin relacionados ao assunto por exemplo,. As pessoas que fazem parte de grupos já demonstraram o interesse no assunto, portanto, a tendência é que estejam mais interessadas no conteúdo.

Entrar em contato com influenciadores é uma ótima estratégia para divulgar o seu conteúdo com sucesso. Estas pessoas possuem certa autoridade no assunto e por isso, acabam influenciando uma grande parcela dos consumidores. Caso aceitem divulgar o seu conteúdo, ele irá ser disseminado de uma maneira ampla e qualificada.

Mensure os resultados de marketing de conteúdo

Para saber se a sua estratégia está dando certo, é importante ir acompanhando e analisando os seus resultados conforme as coisas vão acontecendo. Números como visitas no site ou blog, leads qualificados convertidos, novos negócios e alcance nas mídias sociais são boas maneiras de mensurar se a sua estratégia de marketing de conteúdo está indo na direção correta.

Sabe aqueles objetivos que você elencou no começo do planejamento desta estratégia? Então, esse é o momento que você deve alinhar as suas expectativas às métricas obtidas.

As mídias sociais tornaram-se ótimos meios para propagação de conteúdo na internet. Os consumidores estão cada vez mais ligados às redes e com isso grande parte do seu consumo de conteúdo é realizado através das mesmas.

Como realizar Marketing de Conteúdo a partir do monitoramento de mídias sociais

Com vários negócios apostando no Marketing de Conteúdo e utilizando as redes sociais para a divulgação dos materiais produzidos, a quantidade de informações que os consumidores recebem diariamente é enorme. Tornou-se muito difícil destacar-se entre as demais e fazer com que as pessoas interajam com o conteúdo publicado pela sua marca.

Já ouvimos diversas vezes as frases “meu conteúdo não gera engajamento” ou “meu público não interage com a minha marca nas redes sociais”. Mas você já parou para pensar que talvez você não esteja produzindo o conteúdo que o seu público quer consumir?

O conteúdo precisa estar alinhado com o negócio da empresa ao mesmo tempo que deve estar de acordo com que as pessoas estão comentando no momento.

marketing de conteúdo redes sociaisMonitorando temas de interesse nas redes sociais

Para descobrir quais são as principais histórias que estão engajando o seu público-alvo, é preciso primeiramente definir quais serão os temas monitorados nas redes sociais. Lembre-se: para elaborar uma estratégia de marketing de conteúdo de sucesso e criar conteúdo que realmente tenha algo a ver com os seus potenciais consumidores, é necessário monitorar temas relacionados ao negócio de sua empresa.

De nada adianta monitorar o que as pessoas estão falando sobre comida italiana se na verdade o seu restaurante é especializado em comida chinesa, capiche?

Pizza Marketing de Conteúdo Redes Sociais

Vou falar um pouco sobre um método que elaboramos aqui na Sentimonitor, os 4 C’s do monitoramento: Capturar, Classificar, Consolidar e Compreender.

A primeira etapa de qualquer monitoramento trata-se de definição dos termos que sua empresa deseja monitorar e capturar. Se a sua empresa trabalha com vinhos, por exemplo, seria interessante monitorar quais são as principais histórias que estão relacionadas com os este produto. Então, buscar palavras como “gosto”, “quero”, “tomar” + vinho, seriam interessantes de serem monitoradas, além de claro, os tipos de vinho que existem.

marketing de conteúdo redes sociais
Cadastro do termo Vinho

Após capturar as mensagens, é necessário classificá-las em categorias, facilitando a análise. Esta classificação pode ser realizada através da atribuição de tags ou de sentimentalização. A partir disso é possível separar as postagens que falam sobre tomar vinho, daquelas que falam sobre as melhores marcas, por exemplo, além de eliminar os dados irrelevantes

marketing de conteúdo redes sociais
Publicações sobre vinho nas redes sociais

Capturadas e classificadas, as postagens precisam ter os seus dados consolidados para análise. Para isso é possível verificar as informações coletadas através de gráficos de acordo com os principais indicadores como engajamento, viralização, alcance e ranking de influenciadores.

Feito isso, chega a hora de compreender essas informações para identificar excelentes oportunidades para a produção de conteúdo e disseminação em seu blog, e-mails e redes sociais

Produzindo conteúdo relevante para o público

Qualquer conteúdo produzido deve ter alguma relevância e valor para o seu público. Por mais que gatinhos gerem curtidas, não irão te trazer mais consumidores! (juro)

Shocked cat marketing de conteúdo redes sociais

Após ter monitorado e identificado quais são os temas de interesse de seu público-alvo, chega o momento de produzir conteúdo para engajá-los com a sua marca. Para isso, é interessante alinhar a proposta de valor da empresa com as principais dúvidas, sugestões ou reclamações por parte dos consumidores nas redes sociais.

Digamos que no monitoramento e na análise criada, você tenha observado que as pessoas geralmente comem pedaços de queijo enquanto tomam vinho. Aí está a oportunidade de criar algum tipo de conteúdo como “Qual tipo de queijo combina com qual tipo de vinho.” Com certeza os seus consumidores estariam interessados.

A Mirabeau Wine possui um caso muito interessante que conhecemos no Fórum de Interatividade e Comunicação (FIC 2016), por meio do palestrante, blogueiro e consultor de negócios mundialmente reconhecido Mark Schaefer. A marca tem como concorrentes outras empresas que possuem muitos anos de tradição. Para se diferenciar da concorrência, começou a desenvolver blog posts e vídeos sobre a rotina da empresa, contando como todos se envolviam, quais dificuldades enfrentavam, entre outros.

Um dos vídeos da marca, ”Como abrir uma garrafa de vinho sem um saca-rolhas” possui mais de 11 milhões de visualizações no Youtube.

Utilizando virais para marketing de conteúdo

Outra maneira de fazer com que seus seguidores engajem com a sua marca nas redes sociais é fazendo referência a músicas, acontecimentos ou vídeos que estão viralizando na internet.

É claro que depende do tipo de consumidor de sua marca, mas geralmente, grande parte das pessoas que estão nas redes sociais acabam sabendo dos principais virais do momento. E como é possível identificar qual viral faz mais sentido para meus consumidores? Através do monitoramento de redes sociais é claro!

A LG Eletronics, nossa cliente, estava com problemas de engajamento para sua unidade de negócios relacionada a Ar-Condicionados, e como solução, monitorou um termo bem amplo nas redes sociais, a palavra “calor”. A partir dos insights do monitoramento, a LG criou conteúdo relacionado à música “Baile de Favela”, que gerou bastante engajamento por parte de seus consumidores nas redes sociais. Confira o case completo.

marketing de conteúdo lg
Post LG relacionando Ar-Condicionado com a música

Um acontecimento recente que viralizou nas redes sociais foram as ações de marketing do McDonald’s e do Bobs referentes ao Milkshake de Ovolmaltine. (que inclusive gerou uma campanha de vídeos com o Youtuber Whindersson Nunes). A “briga” entre as duas marcas gerou uma oportunidade para diversas marcas, como Burger King, Giraffas, KFC e até a Phillips, que aproveitaram a oportunidade para também se posicionar em relação à questão.

milkfake bobs

Outro exemplo é o da Egalitê Recursos Humanos Especiais. Eles monitoraram temas relacionados a vagas e contratação de pessoas com deficiência nas redes sociais e produzindo conteúdo a partir dos insights, em apenas 3 meses, conseguiram gerar 100% novos leads, 500% mais engajamento nas redes sociais e 66% de aumento de tráfego! Quer saber como? Confira o case!

Se tiver gostado deste post, indico 7 livros sobre Marketing de Conteúdo que você precisa conhecer!

Quer começar a monitorar as principais histórias que estão engajando os seus consumidores para aumentar a interação com a sua marca? Entre em contato conosco ou crie uma conta em nossa plataforma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *