Indo além da Mídia Própria

Tempo de leitura: 8 minutos

Todas empresas sabem que investir em propaganda é importante. Isso torna a sua marca conhecida, aumenta o share of mind, mostra o seu produto e o seu serviço. Mas isso não é tudo. Quer saber porque? Vamos levar para o lado pessoal: quando você conhece uma pessoa nova e essa pessoa aponta as próprias qualidades, por exemplo “sou inteligente, sou pontual, tenho bons relacionamentos” você pode até acreditar, mas não confia 100% – é uma fala interessante, mas será que é verdade? Agora, se você conhece alguém que conhece aquela pessoa, já foi colega ou já trabalhou junto e essa pessoa afirmar que tal pessoa “é legal, pontual e um ótimo colega” a sua confiança, provavelmente, será maior!

Essa tese funciona também no mundo virtual. Quando a sua marca faz postagens na própria Fan Page, no próprio Instagram, faz um vídeo pro canal próprio no Youtube, é um indicativo de que a sua empresa está nas redes sociais e provavelmente possui um objetivo com essa presença – como aumentar as vendas, por exemplo. Se você está em dúvida em relação a um produto dessa marca, é provável que você vá procurar a marca nas mídias sociais para ver o que a marca fala sobre determinado produto nas redes sociais. É legal quando a marca fala sobre si mesma e com certeza uma boa fonte de informação!

Mas imagina que interessante se um amigo seu postar nas redes sociais que utilizou determinado produto dessa marca e detestou? Você provavelmente irá acreditar mais no seu amigo do que no que a marca fala sobre ela própria nas redes sociais, certo? E acreditar mais na experiência particular do seu amigo fala muito sobre a importância da Mídia Espontânea para uma marca. O que os outros falam sobre a sua marca possui uma relevância maior do que a sua marca fala sobre ela mesma – portanto, preste atenção em Mídia Espontânea!

Vamos definir o que é Mídia Própria e o que é Mídia Espontânea?

propria-e-espontanea

Você está ignorando tudo que falam sobre você 

Se a sua empresa não monitora o que acontece em Mídia Espontânea é possível que esteja perdendo comentários positivos e negativos nas redes sociais sobre ela mesma. Ignorar o que falam sobre você pode ser desastroso além de ser o início de uma crise de imagem que pode acarretar em perda de vendas!

Se um cliente fala com frequência nas redes sociais (sem ser na sua página ou sem mencionar diretamente seu perfil) que o seu e-commerce, por exemplo, faz entregas atrasadas e que os produtos são de péssima qualidade, provavelmente os amigos dele não comprarão no seu e-commerce. Esse comportamento pode se repetir caso mais clientes falem mal de você ou, ainda, se uma pessoa muito influente fala mal da sua marca.

Ao não analisar Mídia Espontânea, além de ignorar as coisas negativas você também está ignorando os comentários positivos. Imagina que bacana seria para o cliente que elogiou uma entrega rápida do seu e-commerce se a sua empresa respondesse a esse tweet agradecendo a menção e com alguma mensagem legal? Isso faz com que o cliente que já está feliz com o seu produto e a sua entrega fique ainda mais satisfeito e lembre positivamente da sua marca! Criar relações nas redes sociais pode fazer com que os usuários se tornem defensores da sua marca e façam propaganda gratuita!

No Brasil, a confiança depositada na opinião de amigos e familiares em redes sociais é maior que a média mundial (72%), 84% dos brasileiros responderam que as pessoas mais confiáveis para dar informação sobre algo nas redes sociais são amigos e familiares. Segundo uma pesquisa recente, 81% dos brasileiros disseram que confiam em especialistas acadêmicos e 74% em empresas que já utilizam. Através desses dados é fácil de compreender a importância que um amigo ou familiar tem sobre a decisão de compra de um usuário. Esse tipo de relação estabelecida com as marcas cria um desafio ainda maior – as marcar precisam estar muito atentas ao que acontece nas redes sociais! A decisão de compra, principalmente no Brasil, é extremamente influenciada pela percepção que um usuário possui de uma marca nas redes sociais.

Você está deixando de descobrir seus influenciadores espontâneos

Recomendamos para você:  Redes sociais: Não existe almoço grátis

Dando atenção à Mídia Espontânea você está também investindo em compreender quem são as pessoas que falam da sua marca (as que falam bem e as que falam mal!). Compreender quem são seus influenciadores espontâneos pode ser muito útil para tentar reverter situações negativas (lembre-se que a sua empresa precisa ter um plano de comunicação para esses momentos) e para potencializar situações positivas!

É importante que você saiba que um influenciador não é necessariamente uma celebridade! Fazendo a análise da sua Mídia Espontânea é fácil de descobrir e identificar padrões entre as pessoas que falam da sua marca – por exemplo, através da análise de Mídia Espontânea a sua marca descobriu que pintores falam ativamente de marcas de tinta no Twitter, então seria extremamente positivo se a sua marca de tintas criasse relações com esses pintores nesta rede social e os influenciasse a indicar a sua marca como a melhor opção para os clientes!

Influenciadores nas redes sociais

Celebridades também podem ser importantes, principalmente se elas já estão ligadas a causas que a sua empresa apoia. Por exemplo, se a sua empresa tem um posicionamento ecologicamente sustentável, um ativista que utiliza as redes sociais para falar de preservação do meio-ambiente (nesse caso, o monitoramento criado não seria da marca, mas sim de um tema – meio-ambiente) pode ser um influenciador ideal – as pessoas já estão acostumadas com a posição desse ator em determinados assuntos e irão dar credibilidade a ele quando falar da sua marca. Através do monitoramento de Mídia Espontânea encontrar essas pessoas é simples!

Você não está avaliando a concorrência

Analisar a Mídia Espontânea da sua empresa é importante. Mas analisar o que falam sobre a concorrência também é fundamental. Isso porque é possível aprender com os acertos e, principalmente, com os erros alheios!

Avaliar a concorrência auxilia no processo de ver quais ações geram engajamento espontâneo nas redes sociais e quais são as principais características de reclamações de SAC da concorrência (isso pode auxiliar a sua empresa a ter um diferencial, melhor atendimento e melhor serviço!). Para se manter vivo em um mercado mutável como o atual, é cada vez mais importante que as empresas estejam munidas do máximo possível de informações – uma base de dados sólida é definitiva para tomadas de decisão.

Através do monitoramento de redes sociais é possível obter informações e insights importantes sobre a concorrência. Quer entender como? Vamos a um exemplo prático! Imagine que você trabalha no marketing de um hotel. Analisando a mídia espontânea da concorrência é possível verificar quais são as principais reclamações dos clientes da concorrência e utilizar essas informações na inteligência comercial da sua equipe, oferecendo-as como um diferencial! Além disso, também é possível compreender quais as ações da concorrência geraram mais Mídia Espontânea e visualizar se esse tipo de ação é também interessante para o seu hotel (não estamos falando de cópia, mas de assuntos e tipos de ações que geraram um bom engajamento!), dessa forma, você pode orientar a produção de conteúdo da sua marca de acordo com o que é falado também pela concorrência. Monitorando seus concorrentes, é possível observar e mensurar suas ações, tendo um benchmark para seus próprios esforços. Assim, neste momento de crise, você poderá demonstrar o valor do marketing para ao resto da organização e conseguir encurtar o caminho de aprendizado, absorvendo as melhores práticas dos competidores!

Você percebeu que analisar o que acontece em Mídia Espontânea é vital para uma empresa?

Recomendamos para você:  Facebook Insights I: Métricas Nativas para Fan Pages, Vídeos e Anúncios

Analisando o que os usuários de redes sociais falam da sua empresa é possível verificar se uma determinada ação alcançou o engajamento previsto, encontrar influenciadores e detratores da sua marca, além de analisar a concorrência e orientar a sua produção de conteúdo de acordo com os assuntos falados no momento no seu nicho.

Não realizar esse monitoramento do que falam sobre a sua empresa nas redes sociais pode causar problemas sérios – os usuários podem estar falando mal da sua marca, manchando o nome da sua empresa e esse cenário pode ficar ainda pior porque a sua marca não responde esses consumidores e não se posiciona (simplesmente porque não está atenta à Mídia Espontânea!).

Tenho certeza que esse não é o cenário ideal para a sua marca. Vamos construir juntos uma solução para a análise das informações em Mídia Espontânea que impactam o seu negócio? Fale conosco!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *