Sentimonitor no Jornal do Comércio: Análise do governo do RS nas redes sociais

Tempo de leitura: 1 minuto

Nesta segunda-feira (25), uma análise realizada pela Sentimonitor foi divulgada no Jornal do Comércio.

A matéria, publicada na página 23 do Jornal, na seção de Política, mostra as principais críticas nas redes sociais ao governo de José Ivo Sartori (PMDB) no Rio Grande do Sul.

A análise de dados nas redes sociais, bem com o número de menções, sentimentalização, engajamento e descoberta de influenciadores podem ser encontradas através do monitoramento de mídias sociais e servir de base para ações governamentais e políticas. Podendo ser utilizada também como ferramenta para campanhas eleitorais e marketing político.

No Facebook:

Tag Cloud Facebook Governo RS

Na primeira quinzena de  2016,  as palavras “vergonha”, “impostos”, “dívida”, “aumento” e “gasolina” ganharam destaque na nuvem de palavras (palavras mais citadas) da página do Facebook do governo. Os comentários são, em maioria, negativos – entre eles, diversas reclamações sobre o aumento de impostos e gasolina.

A palavra “parabéns” (29 menções) que também aparece em destaque na nuvem de palavras está relacionada a menções em posts de aniversários de cidades gaúchas como “Parabéns, São Chico!”. 

No Twitter:

No Twitter, foram ao todo 7.673 menções ao governo de José Ivo Sartori. As primeiras duas semanas do ano foram marcados pela piada (a palavra “piada” recebeu 304 menções) que o governador fez em relação ao parcelamento dos salários dos servidores públicos durante o programa Frente a Frente, da TVE, na primeira terça-feira do ano (05). O governador comparou o parcelamento dos salários dos servidores à goleada histórica de 5 a 0 que o Grêmio impôs sobre o Internacional no Campeonato Brasileiro.

Ficou interessado no estudo completo?

Mande um e-mail para: estudos arroba sentimonitor ponto com

Confira a matéria do Jornal do Comércio:
 Matéria Jornal do Comércio

 

Recomendamos para você:  Sentimonitor incorpora Vortio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *