#chegadeestereotipos – A semana da mulher vista pelo Womenology

Tempo de leitura: 1 minuto

Durante a semana da mulher, o Womenology, laboratório do site francês aufeminin.com dedicado ao “Marketing para Mulheres”, se mobilizou contra os estereótipos de gênero que protelam o progresso da igualdade na sociedade.

Consultando sociólogos, ouvindo opiniões do público geral, dando voz a crianças quanto às diferenças entre meninas e meninos, o Womenology tentou atingir o grande público através das redes sociais. Em busca de entender o papel dos estereótipos, a campanha #halteauxstereotypes (#chegadeestereotipos) mostrou que cada um é responsável pela persistência de alguns clichês. O Sentimonitor – França mediu as repercussões da campanha nas redes sociais.

Os top 5 influenciadores mais retuitados da campanha:

semana da mulher1
Esse infográfico foi a mensagem mais curtida no Facebook:

Quem é responsável pelos estereótipos de gênero? Depois das mulheres, a família é a maior responsável./ "Filho, você não vai usar rosa #infografico #chegadeestereotipos"./"Algumas mulheres são, talvez, as primeiras a interiorizar os estereótipos de gênero.
Quem é responsável pelos estereótipos de gênero? Depois das mulheres, a família é a maior responsável. /”Filho, você não vai usar rosa #infografico #chegadeestereotipos”./”Algumas mulheres são, talvez, as primeiras a interiorizar os estereótipos de gênero.

A mensagem mais compartilhada no Twitter foi do Tumblr criado para a campanha: “Il parait que tous les hommes sont des gros durs”

semana da mulher3

Com a ajuda da twittosfera, estereótipos discriminatórios foram denunciados e transformados em piada. Muitas pessoas manifestaram seu apoio à campanha.

semana da mulher4
Algumas das palavras mais mencionadas durante a campanha francesa foram “estereótipos”, “mulheres”, “homens”, “rosa”, “chegadeestereotipos”, “aufeminin” e “womenology”.

 

Em uma semana, foram encontradas 404 mensagens nas redes sociais (Twitter, Facebook, Youtube), 191 pessoas que participaram da iniciativa com uma taxa de compartilhamento de 60% – para cada 10 mensagens, 6 eram recompartilhadas, segundo Alexandre Bourlier, gerente do Sentimonitor França.

A sensibilização contra clichês e estereótipos não deve se limitar a apenas uma semana do ano. Cada um pode fazer sua parte no dia-a-dia, respeitando o próximo sem julgamentos.

Esperamos que atitudes assim tragam paridade. Para saber mais sobre a campanha, visite o site do Womenology. A reportagem original está disponível no nosso blog francês: http://blog.sentimonitor.com/fr/

 

Recomendamos para você:  Saiba tudo sobre a presença brasileira no SXSW!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *