Big data, quarentena e engordar. Qual a relação?

Tempo de leitura: 1 minuto

São abundantes na mídia e em memes distribuídos pelas redes sociais as referências a engordar durante a quarentena. A premissa é simples e sólida: por estarem na maior parte do tempo em casa e se sentindo ansiosas devido aos eventos externos (pandemia), as pessoas acabariam comendo mais do que o normal e, por consequência, ganhando peso;

Por ser um tema tão relevante, decidimos investigar a relação das pessoas com a alimentação em tempos de pandemia

Fonte: algum grupo de WhatsApp

O que nosso big data com mais de 5 milhões de postagens sobre COVID pode nos dizer? 

O que encontramos na investigação supracitada, descrito na imagem abaixo, nos surpreendeu: sim, várias pessoas estão engordando durante esse período, mas muitas outras descrevem estar emagrecendo! Como assim? 

Em retrospecto, faz total sentido, mas é um tipo de conclusão que somente é revelada quando utilizamos o poder dos consumer insights: isolamento social, lockdown, quarentena, ou qualquer denominador que prefira utilizar, são situações extremas para o ser humano, que é, por natureza, extremamente social e precisa da vida em comunidade. Ser privado disso representa uma condição extrema para nós – e condições extremas favorecem hábitos extremos. 

Ou seja, aquelas pessoas que têm tendências a perda de peso, seja por se alimentarem mal ou pouco, puxam isso ao extremo durante a quarentena e emagrecem. Enquanto aquelas que têm tendência a engordar a acentuam e ganham peso. 

Vale o alerta para você, leitor, que gostaria de estar na pele desses que estão emagrecendo: talvez queira repensar! A maior parte dos usuários que relatam emagrecimento também estão se queixando. São, em maioria, pessoas que lutam para conseguir manter certo nível, maior do que estão conseguindo, de peso corporal. 

Insights encontrados a partir do big data de covid 19 sobre quarentena e emagrecer e engordar

Clique aqui para saber como nossas bases de dados de consumer insights podem ajudar você e sua empresa a tomarem decisões em tempos inéditos e incertos. 

Recomendamos para você:  100 Open Startups: Sentimonitor no Top 10 Marketing Startups

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *